Destaque: Assine a Brasil Paralelo e garanta condições especiais

Destaque: Assine a Brasil Paralelo e garanta condições especiais

Imóvel

Saiba como escolher o 1º imóvel de maneira correta para evitar prejuízos futuros

Conversamos com um especialista no mercado imobiliário para te dar dicas de como adquirir o 1º imóvel corretamente. 

Quando buscamos o 1º imóvel encontramos diversas possibilidades: apartamentos pequenos ou grandes, casas, entre outras opções. Com tantas possibilidades de escolha, é possível que o futuro morador crie confusões na hora de finalmente tomar a decisão de compra.

Por este motivo, é ideal fazer um processo organizacional antes de realmente tomar a decisão final, como: analisar o orçamento disponível, necessidades dos moradores e os itens oferecidos pelo imóvel, dentre outros.

Veja abaixo 3 dicas que podem te ajudar a escolher o 1º imóvel de maneira correta:

1. Reconheça quais as necessidades que o seu imóvel precisa suprir:

Antes da decisão final, é imprescindível que você faça um estudo das necessidades que o seu imóvel vai precisar suprir. Por exemplo, se você é uma pessoa que possui um animalzinho de estimação, é ideal que você opte por um imóvel com espaço PET ou que pelo menos seja Pet Friendly.

2. Faça um planejamento financeiro:

Comprar um imóvel é um investimento alto, por isso, o ideal é fazer um planejamento financeiro com antecedência. No momento desta organização financeira, você pode analisar: valor que você tem disponível para comprar o imóvel com entrada, média de parcelas que você pode pagar, criar uma reserva para taxas padrões quando se compra um imóvel, dentre outras.

3. Iniciar as buscas por imóveis que realmente vão fornecer o que você precisa:

Após reconhecer suas necessidades e realizar um planejamento financeiro, você finalmente poderá iniciar as pesquisas pelo seu imóvel ideal de forma mais segura.

#Dica: Em meio a tantas opções de imóveis no mercado, é comum que você se atraia por mais de um imóvel. Mas, não se esqueça de optar por um imóvel que realmente ofereça itens que você PRECISA no dia a dia. Por exemplo, se você é uma pessoa solteira, sem filhos e que quer comprar um apartamento, o seu imóvel ideal não é necessariamente uma casa com 4 suítes. Você poderá optar por um apartamento menor e com condições que realmente vão atender o que você necessita no momento.

Sem seguir esses passos, você poderá correr o risco de enfrentar os seguintes problemas:

  • Sem planejamento financeiro você poderá perder o imóvel:

Já imaginou comprar um imóvel que você não conseguirá realizar o pagamento acordado? A aquisição de um imóvel pode ser uma decisão mais emotiva, mas deve ser tomada de maneira totalmente racional. Através do planejamento financeiro você conseguirá se preparar com antecedência para evitar este tipo de situação.

  • Sem reconhecer suas necessidades básicas você poderá perder facilidades de logística:

Se você não reconhecer quais as suas necessidades reais, poderá ter prejuízos de logística. Por exemplo: Vamos supor que você visitou 2 apartamentos, o 1º apartamento visitado fica praticamente ao lado do seu trabalho, porém, possui um custo mais alto em comparação com o outro apartamento que você vai visitar.

Já o 2º apartamento fica a 1 hora do seu trabalho, mas custa mais barato que a 1ª opção. Nesta situação, o que você deve avaliar é se a 1ª opção cabe no seu orçamento e se a 2ª opção vai te causar desgaste e custos extras na locomoção para o trabalho.  Além disso, também será necessário avaliar outras necessidades de locomoção que você teria no dia a dia!

Clique aqui e continue acompanhando as dicas do especialista, Magno Baruk.

COMPARTILHAR

Mais notícias